Alimentação da mãe têm influência no leite
03/08/2020 20:00 em Agosto Dourado

Você não precisa ter uma dieta perfeita para produzir um leite de qualidade para seu bebê.  De fato, pesquisas mostram que a qualidade da alimentação da mãe tem pouca influência no leite materno. Ainda assim, basta seguir o bom senso. Que leite poderia ser mais adequado para seu bebê? O leite materno é projetado para prover todos os nutrientes que o bebê precisa, para seu crescimento e desenvolvimento adequado. Além disso, protege o seu bebê contra doenças . Mesmo se uma dieta deixa a desejar, afeta mais a própria saúde da mãe do que o bebê amamentado.

 

Muitas mães tem a falsa idéia que amamentação é uma “prisão”, pois não podem comer o que quiserem, não podem tomar o cafézinho que tanto gostam, ou uma taça de vinho ocasionalmente. Isso não é verdade. Pouquissímo desses alimentos passam para o leite materno, que não afeta a qualidade do leite. Assim, a palavra chave é equilíbrio. Se limitarmos uma mãe lactante de comer ou beber coisas que ela gosta, realmente amamentar pode se tornar algo limitante. A amamentação é para ser algo leve, gostoso e não uma obrigação.

 

Cabe uma observação importante: não incluo aqui os bebês com alguma alergia alimentar, pois se o bebê tem alergia a proteína do leite de vaca, por exemplo, a mãe deve ter uma alimentação com restrição de leite e derivados. Entretanto, o diagnóstico é médico e nenhuma mãe deve tirar o leite da sua dieta por conta própria por causa de “cólica” no bebê.

Estudos mostram que a mãe que amamenta se alimenta melhor, tem hábitos mais saudáveis, o que é bom para a mamãe e para o bebê! Entretanto isso não é uma condição para manter a qualidade do leite, ou um bom estoque de leite. Embora não seja nem um pouco recomendado, uma mãe pode ter uma dieta com “junk food” e ainda assim produzir um leite de qualidade para seu bebê. Mas atenção! Uma alimentação ruim pode ter falta de vitaminas e nutrientes importantes para a própria mãe! (O seu corpo reservará as vitaminas e nutrientes para o leite materno).

 

• Suplementos de vitaminas e minerais (usados no pré natal ou outros) não são necessários se você tem uma dieta balanceada, no entanto com a vida moderna é difícil manter uma alimentação 100%. Se já tinha alguma deficiência de vitamina, continue suplementando e faça o acompanhamento correto com seu médico. Isso vale também se notar que está perdendo peso rapidamente ou seu cabelo está caindo muito! Mães vegetarianas ou veganas, ou com alguma restrição alimentar devido alergia, por exemplo, devem ter orientação e acompanhamento com médico e nutricionista.

• A ingesta de gordura não afeta a quantidade de gordura no leite materno, mas pode afetar a qualidade da gordura do leite materno ( equilíbrio entre gorduras “boas” e “ruins”). (Lawrence 1999, p. 106-113, 300-305; Hamosh 1996, Hamosh 1991, p. 123-124). Um estudo realizado na África do Sul comparou mães nutrizes na zona urbana e rural,  concluiu que mães da zona urbana que consomem mais proteína e gordura de origem animal têm mais gordura monoinsaturada no seu leite do que mães que vivem em zona rural, com dieta predominante de carboidratos e fibras (Van Der Westhuyzen 1988).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://pediatriadescomplicada.com.br/2016/01/25/como-a-dieta-da-mae-afeta-o-leite-materno/

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!